Bruce Dickinson: "Sempre fui mais fã do Deep Purple que do Led Zeppelin"



Em entrevista para o Team Rock, o vocalista Bruce Dickinson falou sobre a influência do Deep Purple e comentou a participação do Iron Maiden no tributo "Re-Machined" de 2012: "Cresci ouvindo a banda, foram eles que despertaram minha atenção para o rock'n'roll".

Dickinson explicou por qual razão o Maiden escolheu "Space Truckin'" para o tributo: "Ah, o Metallica escolheu a melhor música! Quando ouvi que eles pegaram 'When A Blind Man Cries' pensei 'oh, eu deveria ter feito esta'".



Bruce também falou da sensação de ter trabalhado com seus heróis de juventude: "Quando se tem 21 ou 22 anos, seu ídolo está na metade para o final dos 30, então é aquela coisa de 'hey paizão'. Quando se tem 35 e eles passaram dos 50 não é mais assim. Você já está há um bom tempo na estrada, gravou vários álbuns e rodou o mundo em turnê, você tem experiências em comum para compartilhar como músico. Ian (Gillan) e os outros caras tem muitas e muitas histórias para contar, e eu passaria a noite ouvindo sem enjoar. Algumas histórias são maravilhosas, um dia alguém deveria registrá-las de alguma forma".

Ao ser questionado se gostava mais do Deep Purple ou do Led Zeppelin, o vocalista do Iron Maiden respondeu: "Sempre fui mais fã do Purple que do Zeppelin. Mas não assisti nenhum dos dois quando jovem, quando estavam no auge. Zeppelin foi adotado pelo estilo radiofônico norte-americano, mas confesso que uma das coisas que adoro neles são suas raízes no folk britânico, não quando tentam copiar o blues americano. 'Ramble On' é uma de minhas músicas favoritas do Led Zeppelin".

Fonte: Whiplash.Net
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »