...

Planet Rock: Bruce Dickinson fala sobre censura e terrorismo



O vocalista Bruce Dickinson concedeu entrevista para Paul Anthony, do Planet Rock, antes do show do Iron Maiden no Download Festival no Reino Unido. Confira alguns trechos.

Sobre tocar na China pela primeira vez com a turnê "The Book Of Souls":

Bruce: "A China foi interessante - na verdade muito menos difícil em alguns aspectos e mais desafiadora em outros aspectos. E o quadro geral na verdade foi bem direto. Foram coisas estúpidas que você fica pensando: 'Por que?' E a resposta é que eles são um pouco inflexíveis, eles ainda estão um pouco assustados de todos ficarem loucos se eles permitirem completa liberdade de pensamento e ação. Mas honestamente, nós fizemos 99% das coisas que normalmente fazemos e tudo foi ótimo."

Sobre pagar tributo às vítimas do massacre do Bataclan, enquanto tocava na edição francesa do Download Festival em 10 de junho:

Bruce: "Na verdade foi uma bandeira de um cara que foi morto no Bataclan e haviam muitos de seus amigos no show e eles perguntaram: 'Você poderia segurar a bandeira ou algo assim?' Então eu achei que era uma coisa apropriada a fazer, porque nós... Quando a coisa do Bataclan aconteceu, foi muito difícil saber exatamente o que fazer. Quero dizer, as pessoas foram bem rápidas em fazer pronunciamentos e tributos. Foi uma coisa terrível, foi obviamente um evento chocante. Não estou certo se ajuda ir lá fora e soltar pronunciamentos para todos os lados. Todos sabem que é uma coisa terrível e já passou tempo suficiente e temos uma oportunidade boa o suficiente para ficar lá e dizer: 'Veja, a melhor coisa que podemos fazer com tudo isso é levantar a cabeça e viver sua vida'. Essa é a mensagem que você deve mandar."

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA


Fonte: Whiplash.Net
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »