...

Kerry King: "Metallica e Iron Maiden vivem do passado"



Em entrevista para a RVAMag, o guitarrista Kerry King, do Slayer, comentou sobre a atual crise do movimento musical que abrange o hard rock e o heavy metal, que se tornou, segundo muitos, sustentado puramente por nostalgia, e também sobre como é que uma banda veterana como o Slayer envelhece com elegância praticando uma forma de arte que de elegante não tem nada.

“Nós certamente pensamos em não lançar mais material novo”, disse ele. “Talvez fazer como o Down e apenas lançar quatro músicas antes de cada turnê, mas, na real, até que o formato álbum se torne obsoleto, pode acreditar que o Slayer gravará discos.”

Contudo, King admite que o Slayer está, até certo ponto, repousando sobre seus louros. “Estamos vivendo de nossa história, com certeza”, disse ele, “mas todos os outros também o estão, ainda que nós estejamos tentando progredir, eu diria. O Maiden e o Metallica, sem querer ofender, estão vivendo do sucesso do passado. O Metallica tem saído em turnê há tempos em cima do ‘Black Album’, o que muita gente não gosta. Na verdade, eu gosto dele. É muito pesado. É o ‘Master of Puppets’? Claro que não, mas é um excelente disco. O Iron Maiden, para mim, está vivendo de seus três primeiros discos. Eles fizeram excelentes faixas desde então? Sim, mas eles não fizeram grandes álbuns. Eu gosto de pensar que ainda estamos fazendo grandes discos e que por mais que as pessoas venham querendo ouvir ‘Raining Blood’ e ‘Angel of Death’, elas também querem ouvir ‘Disciple’ ou até mesmo ‘Implode’.

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »