Nicko McBrain fala sobre a situação de Bill Ward e Dave Lombardo


Em uma nova entrevista para o Broward Palm Beach New Times, o baterista do Iron Maiden, Nicko McBrain, foi convidado a dar sua opinião sobre as disputas contratuais que forçaram Dave Lombardo do Slayer e Bill Ward do Black Sabbath, saírem de suas respectivas bandas nos últimos meses.

"A maioria dos problemas que músicos profissionais enfrentam, mais cedo ou mais tarde, se resume à tempo e até cheques de royalties ou direitos", disse Nicko.

"Estou triste em saber sobre o que aconteceu, mas você sabe, é quando você olha para isso e diz: 'Você poderia explicar isso para mim, por que nós não estamos recebendo, deveremos concordar com esses números?', aí alguém vira para você e diz: 'Foda-se mude essa expressão ou você está demitido', portanto, eles criam algum sinal de alarme para te fazer sair. Sem saber todos os prós e contras do mesmo, você não pode julgá-los.

"Mas, e a história de Bill Ward, pelo que sei, Sharon Osbourne conseguiu fazer uma presa além de mim. Quer dizer, Bill Ward foi o membro da formação original da banda, entende? Simplesmente não faz sentido para mim. Se eu tivesse algum direito, eu realmente não queria nem saber, eu ficaria feliz!

"Você tem que se perguntar a si mesmo: Como Dave Lombardo conseguiu informações que levaram a este problema, é o que eu gostaria de saber. Quem lhe mostrou a parte financeira da banda, se ele não fazia parte disso, com um contador por exemplo?

"Estou triste porque Dave é parte muito importante da banda. Ele é tão identificável. Existem grandes bateristas por aí, mas Dave Lombardo é um mestre, e para mim, ele é o Slayer com Kerry King e os outros caras! Acho que Kerry pode ter exagerado e pode estar lamentando isso. Espero que esse seja um caso que eles possam resolver".

Fonte: Metal da Ilha
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »