Bruce Dickinson em defesa dos pubs ingleses contra o estilo americano



Bruce Dickinson participou do Great British Beer Festival em Londres, onde anunciou o grande vencedor do prêmio de melhor cerveja da Grã-Bretanha, vencido pela Timothy Taylor’s. O vocalista do Iron Maiden concedeu algumas entrevistas durante o evento onde falou sobre a cerveja Trooper e o desejo de manter viva a tradição dos pubs ingleses.

Em entrevista para o Daily Star, Bruce Dickinson criticou o crescimento de bares no estilo americano com "músicas realmente terríveis", segundo o vocalista a culpa é dos proprietários de grandes redes que tratam os bares como "vacas leiteiras" em vez de centros comunitários.

"Precisamos voltar a ideia do pub como um lugar seguro, calmo para ir, onde você pode tomar uma cerveja e relaxar. Quando mudamos o caráter dos pubs, para transformá-los em bares no estilo americano, onde você remove os móveis, os tapetes e as coisas que fazem as pessoas se sentirem mais confortáveis, para sentar em um bar com uma cerveja ou um copo de água ou qualquer coisa e apenas ler o jornal e conversar com seus amigos... sem isso, não é um pub!"

"Agora você tem música alta 'oompah-oompah-oompah' o tempo todo, porque você quer que as pessoas entrem lá e gastem um monte de dinheiro, assim temos uma maneira infalível de afastar as pessoas dos pubs, e ter apenas antros de transgressão que ficam abertos até as três da manhã. "

"Você deve ser capaz de abrir pequenos pubs com boa cerveja e um ambiente agradável, e isso é uma das melhores formas de educar as pessoas sobre como beber com responsabilidade - não ser um zé roela, tomar 20 copos e sair socando as pessoas fora do pub", disse Dickinson.

"Não é sobre bares ficarem abertos até as duas da manhã. Não há nada de errado com o fechamento de um pub às 11 horas da noite. Se você ainda não teve o suficiente para beber até lá, há algo errado com você!"





Fonte: Daily Star
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »