Campus Party 2014: Bruce Dickinson - "É preciso trabalhar com paixão"



Bruce Dickinson, respondeu algumas perguntas na coletiva de imprensa realizada antes de começar sua palestra na Campus Party Brasil 2014. O integrante do Iron Maiden não conseguiu fugir de perguntas sobre a sua atuação em áreas tão diferentes como a música, a aviação e, mais recentemente, a indústria de cervejas.

SAIBA COMO FOI A PALESTRA DE BRUCE DICKINSON NA CAMPUS PARTY

Dickinson, o executivo dono da Cardiff Aviation, empresa de manutenção de aeronaves e outros serviços, piloto e empreendedor na escola de formação Real World Aviation, ele falou que não é preciso ser engenheiro ou especialista em uma área tecnológica para transformar uma ideia em um negócio lucrativo.



"É preciso trabalhar com paixão, trabalhar duro, além de ter uma boa ideia" aconselha o executivo a quem deseja entrar no mundo dos negócios. "Eu não sou engenheiro, meu sócio não é engenheiro, mas nós temos bons engenheiros trabalhando conosco", explica.

De acordo com Bruce, o diferencial é ter uma grande ideia e trabalhar nela. Unir-se às pessoas certas faz toda a diferença.

O músico contou ainda que pouco aproveita da vida artística no escritório. Porém, disse que vê relação no processo criativo, ao transformar uma ideia em produto, serviço ou inovação. Bruce revela também que, ter muitos fãs do seu trabalho no Iron Maiden no setor empresarial ajuda a abrir portas, porém não substitui seu esforço em buscar inovações e fazer investimentos.

Bruce Dickinson disse ainda que não pretende comprar novas startups, mas revelou que, para conquistar sua atenção como investidor anjo é preciso, além de uma grande ideia inovadora, uma boa visão de controle de gastos.



O executivo veio ao evento, principalmente, para inspirar os jovens visitantes da Campus Party Brasil. Fundada em 2012, sua empresa começa neste ano a reduzir custos e obter lucro com aviação. Um trabalho longo, de esforço contínuo e muita pesquisa de mercado no setor de transportes. "Muitos empresários não tem diploma, MBA, mas aprendem rápido. Não é sobre qualificação, mas sobre ter uma boa ideia. Você pode ensinar macacos a terem MBA", disse ele, sobre dominar os negócios a que se propõem administrar e investir.

Para o músico, o jovem empreendedor precisa de duas coisas para buscar o sucesso: uma grande ideia e vontade de trabalhar sem custos.

"O problema de muitas startups é que elas querem alugar um local bonito para trabalhar, contratar muita gente", disse. "A questão devia ser 'como evitar que compremos qualquer tipo de móvel', e não 'qual será a cor dos móveis que usaremos'."

O vocalista do Iron Maiden comentou ainda que seu foco de investimento são grandes tecnologias de materiais e transporte, como motores, e não softwares. "Eu sou investidor em uma companhia que está desenvolvendo tecnologias mais leves que o ar para transportes ecológicos de grandes cargas a lugares remotos e inacessíveis", disse. "Também sou investidor em um jato eco-friendly, mais econômico que um grande carro".

Ele mesmo um empresário do ramo da aviação que já sonhou quando criança em se tornar um astronauta, Dickinson falou também sobre o avanço das viagens espaciais e como as pessoas não irão para o espaço para viver – "os humanos morrem muito facilmente lá" –, mas sim para "tornar a Terra mais habitável".

"Alguns experimentos biológicos são muito mais rápidos na gravidade zero", comentou. "Eu sou um sonhador. As missões da Nasa e Júlio Verne me inspiraram quando criança (...) Eu acho que Elon Musk [investidor de empresas como SpaceX e Tesla Motors] será o futuro da viagem espacial".

Fonte: TechTudo / G1
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »