Iron Maiden no Carnaval do Rio de Janeiro?



Iron Maiden no Carnaval Carioca? Isso mesmo! Até o Eddie estará presente no desfile da Mocidade Independente de Padre Miguel, que promete levar o Rock in Rio para a Sapucaí neste carnaval.

A escola que será a quinta a desfilar no Sambódromo no domingo (10 de fevereiro) vai contar a história do maior festival de música realizado no país, o Rock in Rio. E para isto, vai desfilar uma série de ídolos de todas os estilos que já passaram pelo festival, para segundo a escola: "conseguir o casamento de guitarras e bateria e fazer o rock cair no samba".

O carnavalesco Alexandre Louzada explica que vai começar o enredo “Eu vou de Mocidade com samba e Rock in Rio - Por um mundo melhor" com ídolos de várias gerações do rock nacional e internacional convocando todas as tribos para a festa. Todos serão apresentados por Serguei, o roqueiro brasileiro dos anos 80, que vem na comissão de frente da escola. “Serguei vai representar a doideira do rock. Ele vai ser o nosso mestre de cerimônias e vai convidar todas as tribos para essa grande festa que é o casamento do rock com o samba”, explicou Louzada.

À bateria de mestres Bereco e Dudu vão se juntar nomes do rock nacional. Mas isso é um segredo que a escola vai guardar até a hora do desfile. O samba será cantado por Luizinho Andanças. A rainha de bateria é a paulista Camila Silva, que estreia em solo carioca. O pavilhão da Mocidade será defendido pelo casal de mestre-sala e porta-bandeira Feliciano Júnior e Squel.



Para contar a história do festival na avenida, a Mocidade virá com 3.600 componentes, em 36 alas, divididos por sete setores, com sete alegorias. O desfile começa com a junção de todos os ritmos: jazz, reggae, heavy metal, punk rock, blues, pop. Logo em seguida entre em cena o primeiro festival, que teve como característica o lamaçal que se formou na Cidade do Rock. Um carro decorado com calças jeans vai destacar esse período.

O terceiro setor vai lembrar o segundo festival realizado no estádio do Maracanã. Os quatro principais times do Rio serão destacados na Marquês de Sapucaí. Uma bola de futebol feita com CDs vai compor a alegoria.

O quarto setor destaca o lema do festival: “Por um mundo melhor”. É quando a escola entra na fase da conscientização da necessidade de se buscar a sustentabilidade do planeta e investir na reciclagem e na proteção do meio ambiente.

“Em toda a escola estamos trabalhando com muito material reciclado. Pela primeira vez, não vou usar plumas num desfile de carnaval”, destaca Louzada.

O quinto setor trata do Rock in Rio em Lisboa e mostra referências portuguesas em fantasias e alegorias. O sexto setor, do Rock in Rio em Madri, com touros, ciganos e referências mais abrangentes também sobre a Europa.

O último setor, segundo Louzada é quando o festival sente saudades do Rio e volta agregando novos ritmos como hip hop, funk, axé, música eletrônica e BRock, entre outros.  E termina no sonho de levar fazer montar a Cidade do Rock na Praça da Apoteose.

Fundada em 1955, a Mocidade Independente de Padre Miguel, a partir do time do Independente Futebol Clube. E escola tem cinco campeonatos e no carnaval de 2012 ficou na nona colocação.



Fonte: G1

UPDATE - O Blog do Rock in Rio bateu um papo com o Alexandre Louzada, carnavalesco da Mocidade, que contou com exclusividade como os dois exemplares do Eddie vão representar o metal na Sapucaí.



São duas esculturas com quase 5m de altura cada. Dentro das peças, um profissional será responsável pelos movimentos. A dupla é parte do carro alegórico que representará a primeira edição do festival, realizada em 1985.

Louzada também contou que o clima no barracão é de muito trabalho nessa reta final. “É uma correria, com a equipe trabalhando 20h por dia. É como se fosse a véspera de um Rock in Rio”, disse.

Blog do Rock in Rio 
http://www.rockinrio.com.br/blog/


UPDATE 10/02 - JORNAL DO BRASIL

Algumas referências à cultura norte-americana, de onde surgiu o rock, também são elementos de destaque no desfile da Mocidade como conta o carnavalesco da escola Alexandre Louzada: "Vamos ter, por exemplo, estátuas da liberdade mascando chiclete", afirma ele.

A comissão de frente, assinada por Jaime Arôxa, fará uma panorama sobre a história da dança do rock e celebrará o roqueiro brasileiro Serguei, que no alto de seus 80 anos, estará presente. Já o abre-alas trará em um Cadillac os grandes cantores que já morreram, como Renato Russo, Cazuza, Amy Winehouse, Whitney Houston, Donna Summer, Raul Seixas, dentre outros, que serão interpretados por covers.



"Faremos uma brincadeira com o Freddie Mercury, que fez um grande coral na primeira edição, em um carro todo feito de calças jeans. Neste momento, falaremos da expressão "da lama que nasce o lírio", já que a primeira edição do festival ficou conhecida como "Cidade da Lama", e o festival tem essa proposta de lutar pela paz, por um mundo melhor", revela.

"Na segunda alegoria faremos referências aos quatro grandes times de futebol do Rio, como se os craques da bola dessem lugar aos craques a música e assim transformamos a parte estrutural do Maracanã, onde foi realizada a segunda edição, num cenário de rock´n´roll. Os mascotes destes times estarão também com um visual roqueiro", adiantou.

Louzada contou que para a festa, chamou o jogador de futebol Neymar, mas que ele tem "dado uma canseira na escola". E há alguns dias, cancelou sua participação. Outro ilustre convidado é o ator e cantor Evandro Mesquita, que tocará guitarra junto com a bateria , cujo apelido é Não Existe mais Quente e terá a fantasia inspirada na banda americana Kiss. Os 50 anos da paradinha serão comemorados também.

Fonte: Jornal do Brasil

UPDATE (11/02) VEJA COMO FOI O DESFILE DA MOCIDADE E CONFIRA UMA GALERIA DE FOTOS DO EDDIE!

SCREAM FOR ME

Igor Soares

Geógrafo e Desenvolvedor Web de Teresina, Piauí. Conheceu o Iron Maiden na adolescência e em 2009 criou um blog para compartilhar notícias de sua banda favorita.

Comentário(s):

....

Facebook

Mais lidas