Portnoy: "É incrível estar no palco com o Maiden"

Pat Prince da Revista Goldmine recentemente conduziu uma entrevista com o baterista do Dream Theater, Mike Portnoy. e perguntou dentre outras coisas sobre a turnê ao lado do Iron Maiden. Confira alguns trechos da conversa:

Goldmine: Como está a turnê com o Iron Maiden até agora?

Mike Portnoy: Boa! Mas, para ser honesto, é um ajuste um tanto estranho sermos a banda de abertura. Fizemos isso apenas um par de vezes em nossa carreira. Assim, por um lado, é incrível estar no palco com o poderoso Iron Maiden que nós crescemos ouvindo. Eles são uma grande parte da nossa história e influência. Por outro lado, estamos a adaptar-se à fase de menor espaço, definir o comprimento mais curto do palco, e as coisas que acontecem quando você está como banda de abertura. Então, é um ajuste estranho, mas no final, vale muito a pena para nós!

Goldmine: Como está a recepção dos fãs do Iron Maiden?

Mike Portnoy: Bem, é por isso que estamos aqui. É pela tentativa de fazer alguns novos amigos na base de fãs do Maiden. Isso é, em última instância, o motivo de estarmos nessa turnê, e parece estar indo muito bem até agora. Há muitos de seus fãs que são uma espécie de veteranos, que estiveram com eles durante todos os anos e talvez, não sei se simpatizam com uma banda como o Dream Theater, então... escrevemos um set list que é uma espécie de curso intensivo do lado metal do Dream Theater. É o mesmo setlist todas as noites, o que é incomum para nós também. Mas eu acho que é algo que os fãs serão capazes de gostar. É mais fácil de engolir esse setlist. Não há grandes épicos de 20 minutos, apenas o lado metal e os "hits", não que tenhamos algum hit, mas músicas que estão um pouco mais acessíveis para todos. Felizmente, o Dream Theater nunca foi uma banda de sucesso, porque eu odeio sempre sair em turnê e tocar exatamente as mesmas canções porque é o que as pessoas querem ouvir. Estou vendo isso com o Iron Maiden agora, porque eles escolheram fazer um set list que é, basicamente, dos últimos 10 anos. E há uma grande polêmica entre alguns dos seus fãs. De um lado posso entender os fãs do ponto de vista daqueles que querem ouvir os hits, mas, por outro lado, entendo o ponto de vista do Maiden, que não quer se prender tocando as mesmas músicas para o resto de suas vidas. Eles lançaram novos álbuns, querem tocar música nova...

Confira a entrevista na íntegra (em inglês)
http://www.goldminemag.com
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »