Neil Peart: Steve Harris fala sobre a morte do baterista do Rush


Em entrevista para Martin Popoff o baixista Steve Harris comentou a morte de Neil Peart, baterista do Rush que faleceu no último dia 7 de janeiro.

"Nunca me encontrei com ele. Joguei tênis com Geddy (Lee) e Alex (Lifeson), pois sou amigo de Andy Curran do Coney Hatch, que trabalhou muitos anos com o Rush, então acabamos formando duplas para competir no tênis. Os caras são muito amáveis e bons tenistas também. Mas nunca conheci Neil. Em bandas é comum a gente conhecer outras em festivais, mas há aquelas bandas que por algum motivo você nunca cruza com elas, como foi o caso do Rush, assim como o do AC/DC, eu conheci Brian Johnson mas nunca topei com o resto da banda. E olha que nós excursionamos pra caramba, nós do Maiden e o pessoal do AC/DC, então é de se esperar que a gente tivesse se encontrado em algum lugar, mas nunca aconteceu, o que é um bocado estranho. Mas é assim que é. Quanto a Neil, é horrível, muito mesmo. Muito triste. Um grande talento. Sinto, obviamente, pela família e os caras da banda dele que ficaram numa situação péssima, um talento fantástico e que fará muita falta".
Tecnologia do Blogger.