Nova espécie de planta recebe nome em homenagem a Bruce Dickinson


Pesquisadores brasileiros da Universidade Federal do Triângulo Mineiro e Universidade Estadual de Campinas descobriram cinco novas espécies de plantas na Venezuela e batizaram uma delas em homenagem a Bruce Dickinson, chamando-a de Clusia dickinsoniana J.E. Nascim.

O nome de uma espécie é formado por duas palavras: a primeira corresponde ao seu gênero (que nesse caso é Clusia, um grupo de 300 espécies de árvores e arbustos das Américas), e a segunda a seu epíteto específico, que deve ser uma palavra transformada em latim. Por isso o nome escolhido ficou Clusia dickinsoniana. O final "J.E. Nascim" após o nome da espécie é a abreviação do nome do cientista que fez a descoberta.

Muitos músicos de Rock e Heavy Metal já foram homenageados em nomes de espécies de animais, inclusive Bruce Dickinson (Xestochironomus dickinsoni Pinho & Souza). Por outro lado, a mesma coisa quase nunca acontece com espécies de plantas. Embora não exista nenhuma regra que proíba que nomes de plantas sejam baseados em pessoas famosas, os botânicos (como são chamados os cientistas das plantas) preferem batizar suas descobertas com nomes relacionados a características das plantas, ao lugar onde elas vivem ou em homenagem a outros botânicos, e muitos deles têm rejeição a nomes que tenham origens diferentes dessas. Inclusive os cientistas que analisaram o artigo antes de sua publicação foram contrários ao batismo em homenagem a Bruce Dickinson, mas nada puderam fazer para que José Nascimento Jr (professor da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, MG) desistisse de fazer sua homenagem ao vocalista do Iron Maiden.

Segundo o pesquisador, a escolha de nomes de espécies que são baseados em pessoas famosas, além de uma bela homenagem, é também útil para chamar a atenção da população para o fato de que novas espécies ainda são encontradas atualmente, e muitas delas são descobertas somente quando já estão correndo risco de extinção. Clusia dickinsoniana, por exemplo, só é conhecida a partir de uma única planta encontrada nas montanhas que ficam entre o Brasil e a Venezuela. A espécie é uma árvore hemiepífita, ou seja, é uma árvore que cresce diretamente em cima de outras árvores e assim pode alcançar mais luz, que é essencial para sua sobrevivência.

No artigo científico que traz a publicação da nova espécie os autores argumentam que "Bruce Dickinson contribuiu decisivamente para o crescimento e consolidação do Heavy Metal ao redor do mundo, se tornando um dos principais artistas desse gênero musical". Além de Bruce Dickinson, no mesmo artigo uma outra espécie foi batizada em homenagem a Seu Madruga, personagem do seriado “Chaves”. “Ciência de boa qualidade sem dúvida deve ser séria, mas não precisa ser mal-humorada!”, diz o cientista.

O artigo científico que apresenta as cinco novas espécies foi escrito por José Nascimento Jr, Volker Bittrich e Maria do Carmo Amaral, e publicado no mês de abril de 2019 na revista Phytotaxa: Taxonomic novelties in Clusia (Clusiaceae) from Venezuela


Tecnologia do Blogger.