Bruce Dickinson: "No começo, achavam que o Iron Maiden era uma banda Punk"



Em entrevista para o Irish Times, Bruce Dickinson foi questionado sobre o que ele achava dos dois primeiros álbuns do Iron Maiden, com Paul Di'Anno no vocal: "Iron Maiden" de 1980 e "Killers" de 1981.

"O álbum 'The Number of the Beast' foi aquele que de fato lançou a banda no cenário mundial. Os dois primeiros discos eram muito bons e foram bem sucedidos. 'Killers' particularmente é um de meus favoritos, ele tem o som que deveria ter saído no primeiro álbum. O lance é que Steve Harris queria Martin Birch, que produziu o 'Killers', já desde o primeiro disco, mas a banda ficou com medo de falar com ele pois achava que ele não se interessaria".

"Steve sempre lamentou a produção do primeiro disco. Ela não está no mesmo nível do 'Killers'. Ironicamente houve quem achasse que o Iron Maiden fosse meio punk por causa da produção ruim do disco de estreia (risos). Daí quando saiu o 'Killers', disseram que o Iron Maiden havia suavizado e refinado seu som. Mas a banda nunca foi punk. Steve odeia punk. Eu não odeio, mas não é uma coisa que mexeu muito comigo. Pra mim é um estilo que sofre da ausência de ambição em nível musical".

Fonte: Whiplash.Net
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »