Nicko McBrain: baterista do Iron Maiden explica porque não usa pedal duplo



John Golden do canal Madcap Music Review entrevistou Nicko McBrain, que entre outras coisas, comentou os motivos de nunca ter aderido ao pedal duplo. O baterista do Iron Maiden falou que suas influências e aprendizado são as principais justificativas.

"Pessoas como (Keith Moon), ele até tinha dois bumbos, mas acho que nunca colocou pedal nos dois. John (Bonham), Ringo (Starr)... quando eu estava crescendo e aprendendo a tocar... sim, Ed Shaughnessy usava, Louie Bellson, claro, e também o grande Ginger Baker. Eu era um grande fã do Cream mas não gostava de Ginger, soava estranho pra mim, só anos mais tarde eu compreendi como ele era bom. E, claro, um pouco mais tarde veio Cozy Powell e Tommy Aldridge, e no final dos anos setenta, começaram a surgir os bateristas que usavam pedal duplo. Mas eu aprendi a tocar com apenas um, e eu sempre fiz a analogia, se é ruim aprender a usar apenas um, imagine com dois? Só que na verdade é o contrário: quando se usa dois pedais, certas coisas são mais fáceis. Não sei dizer... é apenas o lance de: por qual motivo mudar? Em 1975, quando me juntei à banda de Pat Travers, ele me pediu pra usar um kit gigantesco de bateria, que tinha um pedal duplo. Eu topei usar a bateria, mas recusei o pedal. Vejo caras como Dave Lombardo (Slayer e Thomas Lang, ele é fenomenal. Tem Aquiles Priester (Angra, Primal Fear)... sabe, estes sujeitos que são fantásticos no pedal duplo. Não dá pra mim. Digo, provavelmente eu conseguiria se praticasse onze horas por dia durante um ou dois anos".

Confira a entrevista na íntegra.



Fonte: Whiplash.Net
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »