Tumor de Bruce Dickinson tinha o tamanho de uma bola de golfe



Durante a entrega do prêmio Nordoff Robbins Silver Clef Award, que aconteceu hoje (3) no Grosvenor House Hotel em Londres, Bruce Dickinson falou pela primeira vez com a imprensa sobre o tratamento contra o câncer e fez algumas revelações.

"Quando fiquei sabendo só pensava em levar a vida adiante, e parar de desperdiçar o tempo. Hoje tenho menos tempo para pessoas que desperdiçam meu tempo. Não que eu seja impaciente, apenas hoje penso que há coisas de fato que são mais importantes. Na verdade, não houve nenhuma mudança tão grande. Não tive nenhuma grande experiência religiosa por causa disto".

Segundo o Bang Showbiz, embora insista que não tenha passado por nenhuma "experiência religiosa", Bruce admitiu que hoje é um homem diferente e quer fazer sempre o melhor que puder no tempo que lhe resta.

"O lance de sobreviver a alguém lhe dizendo que você tem 60/40 por cento de chance - na verdade eles disseram que as chances eram boas, fui no google e descobri que isto significava 60/40 por cento. Daí o resultado da biópsia mostrou que as estatísticas eram de 80/20, eu pensei, 'bem, está ainda melhor'. Então conclui que deveria seguir em frente pois só havia duas possibilidades, não valia a pena ficar pensando sobre aquilo pois é assim que é".

"O que posso dizer é que o tratamento foi fantástico, os profissionais e médicos (na Inglaterra) são inacreditáveis".

Em entrevista para a BBC, Bruce disse que está se recuperando muito bem e que foram detectados dois tumores - um deles do tamanho de uma bola de golfe, atrás da língua. "Vocês podem imaginar como foi se livrar dele com radiação - minha cabeça foi literalmente cozida", disse o vocalista.

Embora sua voz tenha permanecido intacta, levará um tempo para que o processo seja concluído. "Posso cantar, posso falar, mas ainda não forcei-a como o equivalente a correr cem metros como fazia antes", explicou. "Terminei o tratamento há apenas dois meses e os médicos disseram que vai levar um ano para que tudo volte a ser o que era. Eu acho que vai levar apenas seis meses, mas não vou forçar a barra só para provar que estou certo", finalizou.



Fonte: Whiplash.Net
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »