Exame: Bruce Dickinson dá lição sobre vendas no Ciab Febraban



O site da revista Exame deu destaque para a palestra de Bruce Dickinson no CIAB Febraban 2015, realizado em São Paulo. Segundo a matéria, o vocalista do Iron Maiden falou sobre um ponto fundamental para todo empreendedor que tem de lidar com a área de vendas: como ter não apenas clientes, mas fãs do negócio - iguais aos que vão aos shows do Iron Maiden.

"Eu odeio os clientes, porque eles têm uma opção. Já quando um fã vai a uma loja com produtos de rock and roll, por exemplo, ele sabe que vai comprar algo, porque ele é um fã daquilo" - Bruce Dickinson.

E qual é o segredo para ter fãs de um negócio? Além de oferecer algo que mude suas vidas, é importante cultivar um relacionamento com o consumidor. "Em qualquer negócio que você estiver, você tem um relacionamento - quer ele seja bom ou ruim, dependendo da experiência que você oferece".

Dickinson citou a criação da cerveja Trooper como uma exemplo de construção desse relacionamento. No começo, a proposta foi de criar um vinho tinto associado ao Iron Maiden. "Por que nós deveríamos fazer vinho, se isso não é a nossa identidade e nem a dos nossos fãs? Fizemos uma english ale [tipo de cerveja]. E nós não íamos colocar um rótulo da banda em uma cerveja qualquer: ficamos seis meses fazendo nossa própria bebida e, hoje, ela é uma das cervejas britânicas mais bem sucedidas dos últimos 20 anos", conta.

Criatividade

O vocalista do Iron Maiden também falou sobre como o empreendedor pode ser criativo: o segredo é arranjar tempo. Muita gente pensa que o tempo ocioso é algo perdido, mas, na verdade, esse tempo é ouro. "Músicos aprendem isso cedo, porque nós não temos um emprego fixo e temos muito tempo para sermos criativos", diz Dickinson.

Não é possível ter uma ideia quando o empreendedor está sempre ocupado, porque não há um tempo para relaxar. E não é preciso ter ocasiões especiais: esse tempo pode ser o tempo que você passa no transporte, por exemplo. O vocalista comparou as inovações com um mosquito: elas só estão esperando que o empreendedor apague as luzes e relaxe para que surjam.

Fonte: Exame
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »