Bruce Dickinson: 'O Iron Maiden tem que fazer música nova'



Christer Andresen do excelente blog Maiden Revelations, assistiu a palestra de Bruce Dickinson em Trondheim na Noruega e fez um relato da apresentação. Em meio ao já conhecido discurso sobre empreendedorismo e inovação, o vocalista falou o que todos os fãs de sua banda queriam ouvir: "O Iron Maiden tem que fazer música nova."

Já sentiu que você poderia fazer muito mais? Isso não é algo que você está destinado a realizar, mas você não sabe muito bem o que é?

"99 por cento de tudo o que fazemos na vida é um lixo", disse o vocalista da Donzela de Ferro ao entrar no palco. Para Bruce Dickinson, a busca tem sido sempre pelo 1% de algo que é realmente brilhante. É o que o levou a juntar-se ao Maiden em 1981 e também responsável por ele ter deixado a banda em 1993. E é esta mesma ambição que o fez se tornar um esgrimista, escritor, piloto de avião e empresário.

Dickinson não está dando um salto no escuro com seu novo ciclo de palestras motivacionais. É algo que vem naturalmente para ele, e provavelmente é uma maneira bastante fácil para ele ganhar dinheiro também.

O vocalista estava de ótimo humor e fez um extenso discurso de uma hora sobre sua jornada pela vida, com foco na máxima que diz: "não premedite um salto no escuro". A afirmação de que "99 por cento é lixo" não é literal, é claro. Mas aceitar que a maioria das coisas na vida são rapidamente esquecidas liberta os ouvintes, diz Dickinson .

Como palestrante, Dickinson é envolvente, lúcido, divertido e inspirador. Se você precisa de alguém para incentivar as pessoas a pensar fora da caixa e deixar o medo , ele é o homem certo para o trabalho.

O músico explicou como seus primeiros nove meses de Iron Maiden terminou com um tipo inesperado de epifania. Depois de um álbum número 1 nas vendas, com The Number of the Beast, um hit/single como Run to the Hills, uma turnê mundial bem sucedida, e ter uma conta bancária agradável, pela primeira vez, Dickinson se encontrava "Muito decepcionado! Tudo o que eu tinha sonhado na vida já tinha acontecido!"



Ele percebeu que cada ano com o Maiden significaria uma simples equação: um  álbum maior e melhor e uma turnê maior e melhor, mas que "não tem que ser mais do que isso." Em outras palavras, Dickinson começou a procurar "outra coisa", já em 1982. O longo processo de dar saltos no escuro, mais de uma década de atividades depois, finalmente, culminou em sua saída da banda que o tornou famoso.

"Alguns dos caras da banda ainda não entendem por que eu saí do Iron Maiden", diz Dickinson, e insinua que ele foi confrontado com as suspeitas de seus companheiros de banda que alguma razão desconhecida estava realmente por trás da decisão de sair. Mas Dickinson simplesmente tinha que descobrir o que mais estava lá, e o que mais estava dentro dele. Ele teve que aprender a voar, figurativa e literalmente.

É este o salto no escuro que ele encoraja outros a tomar, para tentar olhar para as adversidades como oportunidade. Pode ser difícil no curto prazo. Deixar a segurança do Iron Maiden e sair para o mundo real foi terrível, diz ele. "Doeu como o inferno, mas é bom para a alma."

Dickinson é convicto ao falar sobre o salto na escuridão, e confia que novas portas se abrirão para você: "Abandone a si mesmo. Salte e a rede aparecerá".

Dickinson é enfático ao afirmar que "O Maiden está tocando e se apresentando muito melhor agora do que estávamos nos anos 1980 ou 1990", e recebe uma risada perversa do público quando ele nega que fizeram álbuns ruins. "Eles são todos iguais", diz ele, brincando, "mas alguns são mais iguais do que outros."



Bruce Dickinson também falou sobre a Cerveja Trooper e brincou: "É a vingança das bandas de Rock! Sim, você pode até ouvir nossa música de graça, contanto que compre nossa cerveja!"

Ultimamente temos ouvido falar que em breve um outro álbum de estúdio será adicionado ao panteão do Iron Maiden. As receitas de vendas de álbuns caíram consideravelmente nos últimos anos, e as novas oportunidades, como a cerveja Trooper são um caminho a ser explorado. Mas Dickinson afirma que "O Iron Maiden tem que fazer música nova! Isso nos dá a autoridade para uma turnê."

Fonte: Maiden Revelations
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »