Bruce Dickinson: como começar um novo negócio?

O vocalista do Iron Maiden e empresário da Cardiff Aviation, Bruce Dickinson, falou recentemente ao Your Business Channel sobre os desafios para o crescimento de uma star-up e as operações de sua empresa, que fornece serviços especializados de suporte técnico em aviação, incluindo a formação de pilotos, bem como de manutenção de aeronaves pesadas, jatos, e até Boeings modelo 767. A Cardiff Aviation, empresa de Dickinson, arrendou 132.000 m² em um hangar e montou recentemente seu escritório em St. Athan, no País de Gales. Confira alguns trechos da entrevista:

Dickinson: "O aporte financeiro que iremos empregar é algo em torno de meio milhão. Mas eu acho que nós vamos acabar gastando em torno de £ 400.000 antes do Natal, porque agora estamos na fase de start-up, uma fase dispendiosa onde nós realmente estamos contratando pessoas e estamos comprando ferramentas. Este é o momento em que você tem que se levantar e usar seus contatos e realmente fazê-los de forma responsável. Embora, tendo dito que, se 400 mil será um aporte total, provavelmente seria um pouco menos do que isso, na verdade. Temos uma joint venture oriunda da engenharia que tem algumas máquinas altamente avançadas e que existe no local. É uma empresa pequena de médio porte situada em Birmingham, com cerca de oito / nove milhões de rotatividade na fabricação (que atualmente ocorre na China)."

O que começar um negócio e escrever música têm em comum

Dickinson: "Tenho vários interesses empresariais em várias coisas ao mesmo tempo. Muitas das quais nada têm a ver com a música. Ser piloto e agora empresário do ramo aeronáutico é uma destas coisas. Todas estas coisas aconteceram ao longo do caminho - você sabe, [eu] fiz filmes e escrevi romances. Então eu tive um pouco de experiência em diversas áreas por assim dizer, algumas destas áreas completamente criativas, algumas bastante técnicas. Uma coisa interessante, é que eu descobri que, na verdade, as áreas técnicas também são muito criativas ou podem se tornar algo muito criativo. Você pode usar a criatividade para abordar a situação da mesma maneira como você escreve uma música."

Qual a filosofia ele tenta transmitir para sua equipe?

Dickinson: "O negócio é apenas sobre capacitar seres humanos, as empresas nada mais, nada menos tem a necessidade de reconhecer este fato fundamental. Muitas vezes as empresas estão cegas em começar o trabalho logo. Qual é o ponto quando você corta os seres humanos e suas expectativas? Nós somos realmente criaturas muito simples; comida, abrigo, calor, luz e você vive. Mas constrói a partir daí o que você finalmente quer: seja sapatos Gucci ou o que quer que seus desejos de consumo lhe peçam. Tudo é desejo. Agora, onde estamos com uma empresa aérea, baseada no fato de que as pessoas querem viajar. Nós existimos porque as pessoas querem viajar em aviões, porque eles querem ir de A para B rapidamente, porque eles não querem gastar tempo, eles percebem que querem perder tempo já nos seus destinos, porque eles querem chegar lá, viver suas vidas em plenitude, porque querem se divertir . Nosso trabalho é facilitar que isso aconteça, fornecendo os serviços de engenharia e também serviços de transporte. Mas sempre tenha em mente que você está apenas permitindo que os seres humanos sejam seus clientes finais."

YOUR BUSINESS CHANNEL: ASSISTA A ENTREVISTA (EM INGLÊS)







Fonte: Blabbermouth / IMB Notícias
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »