A fantástica coleção do canadense Kenny Maxymowich



Você se considera um colecionador do Iron Maiden? Se a resposta é sim, você precisa conhecer a coleção do canadense Kenny Maxymowich, o morador das redondezas de Winnipeg mostrou seu acervo ao site Winnipeg Sun.

"Eu nunca pensei que ia ter meu próprio quarto", disse o agora pai de três filhos, aos 46 anos de idade. Maxymowich, surpreendentemente só começou sua coleção a alguns anos atrás, após receber um cartaz de presente no Natal, mas a sua paixão pela banda britânica tem muito mais tempo. Maxymowich os assistiu pela primeira vez em Winnipeg, em 1982, e os viu tocar inúmeras vezes depois na América do Norte e no Reino Unido. "A paixão ainda está lá e vem de Steve", disse o colecionador.

Alguns dos bens mais valiosos e raros de Maxymowich são as primeiras gravações e fotos da banda. "Este é o seu primeiro disco (lançado em 1979)", disse ele, apontando para um dos muitos registros emoldurados em uma parede - tudo acompanhado por cartas de autenticidade. "Havia 5.000 cópias feitas. Elas só estavam disponíveis em seus primeiros shows. Poucos colecionadores têm uma cópia. Eu tenho cerca de 20 cópias agora."



Maxymowich, que trabalha no setor de construção, muitas vezes procura por novos itens no eBay. Algumas coisas não dá mais pra comprar individualmente, porque os custos de correio são muito caros", disse ele. Embora o eBay torne o acesso mais fácil, ele também abriu a porta para fraudes. Todos os colecionadores já passaram por isso, disse Maxymowich, que revela ter grande prazer em ajudar fãs e novos colecionadores a evitar maus negócios.

"Eu sei como existem muitos bootlegs e coisas falsas por aí. Eu sinto pena das pessoas que gastam seu dinheiro honesto em uma porcaria. Por exemplo, o Soundhouse Tapes (EP de estréia do Iron Maiden, que apresenta suas primeiras gravações) - Há muitas versões falsas por aí. Há pessoas que as tiveram por 30 anos e ainda acham que elas são originais, e elas não são. Eles vão ser colocados à venda e eu tenho que lhes dizer que não é original."





Maxymowich visitou a casa do ex-baterista Clive Burr, no Reino Unido, ano passado. "Eu tinha que conhecê-lo e olhar para todos os seus prêmios e lembranças", disse ele. "Isso foi legal. Mas o melhor são os amigos que encontro. Eu posso ir para alguns lugares do mundo e ter sempre um lugar para ficar, porque eu os conheci através do fã clube e até mesmo através do eBay."

Confira alguns números e curiosidades sobre a coleção de Kenny Maxymowich
  • Mais de 300 capas de revistas emolduradas, cerca de 300 bottons e mais de 400 camisetas, muitas ainda embaladas. Uma única rara camiseta da turnê de 1980 com valor estimado em mais de US$ 1.000
  • Cerca de 700 itens em vinil, incluindo versões espanholas, croatas e prensagens sul-africanas de vários registros. 
  • Isqueiros, fivelas de cintos, anéis raros e cordas de baixo usadas nas gravações de uma música do álbum A Matter of Life and Death.
  • Numerosas jaquetas e coletes que foram usados exclusivamente por membros da banda e da equipe em suas turnês.
  • Alguns dos itens de maior dimensão são uma mesa de bilhar e uma mesa de poker, ambas customizadas. 
  • Uma touca usada por Bruce e pega por um fã em um show em Winnipeg, em 2010. Maxymowich foi capaz de encontrar o rapaz e fazer um acordo com ele.
















Fonte: Winnipeg Sun
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »