Steve Harris fala da influência do Jethro Tull



A revista inglesa Classic Rock publicou em sua última edição um especial com 100 compositores falando a respeito de seus compositores favoritos. Steve Harris deu um depoimento sobre Ian Anderson, do Jethro Tull, e em como a obra do Tull influenciou o Maiden.

“Na minha opinião, Ian Anderson é um dos mais talentosos compositores que eu já ouvi. Ele é um músico fantástico, e suas letras tem um humor provocador. O que eu posso dizer? Eu não sou digno!

Devo dizer que “Locomotive Breath”, de Aqualung (1971), é a melhor música do Jethro Tull. O Maiden regravou outra faixa desse álbum, “Cross-Eyed Mary” - lado B do single de “The Trooper”, lançado em 1983. “Locomotive Breath” é demais, uma grande e poderosa canção. Eu posso imaginar Bruce encarando-a!

Acho que qualquer pessoa pode perceber o quanto Ian e o Jethro Tull influenciaram o Iron Maiden. Quando as pessoas, de repente, descobrem o Jethro Tull, até certo ponto elas descobrem também o Iron Maiden.

“Blood Brothers”, de Brave New World (2000), é provavelmente a música do Maiden mais influenciada pelo Tull. Não é que eu tenha sentado com meu baixo e pensado 'bem, agora vou pegar essa nota e esse lick'. É apenas uma enorme influência para mim, e eu fico orgulhoso em admitir isso.

E mais: tente tocar e se apoiar em apenas uma perna, como Ian Anderson faz. Com o meu baixo pesado, eu não iria durar muito tempo nessa posição!”

Assista abaixo ao vídeo de uma apresentação de 1982 onde o Jethro Tull executa o clássico "Locomotive Breath" ...se você é fã do Iron Maden e jamais ouviu essa fantástica banda, lembre-se, nunca é tarde para começar! Aperte o play e aumente o som!



Fonte: Collector´s Room
http://collectorsroom.blogspot.com
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »