Review: Iron Maiden na Transylvania



Transylvania - Polus Center Mall
Cluj Napoca, Romênia - 15/08/2010
Por Everaldo Junior

"E finalmente deixamos a Hungria e todos os seus carregos pra trás, rumo à Transilvania, Romênia, terra do Conde Drácula, ui!!! Não preciso dizer que o trem era vagabundo, né? Calor dos infernos e não tinha ar condicionado nem uma janelinha aberta pra ventila aquela desgraça. Seriam sete longas horas de tortura até chegar lá, visto que o próximo show do Maiden, era no dia seguinte ao da Hungria, então, a coisa seria punk em termos de cansaço. Chegaria lá por volta das 15h, onde me viraria pra descobrir o lugar do show e pra lá me mandar. E foi quase assim. Quase.

Tava morto de cansado. Resolvi deixar a pilha de lado e dormir. Mais uma vez, amarrei a mochilha no braço, deitei em cima dela, recorri aos meus amigos apraz e aprazolan e capotei. Fui acordado duas vezes por policiais nem um pouco simpáticos na Hungria e na Romênia pra carimbarem meu passaporte. Achei que não tinha isso em trem. Da Espanha pra Suíça, não teve. Mas aqui, como tudo é diferente, né, tive meu sono interrompido duas vezes...

Cheguei na Transilvania, Cluj Napocca, Romênia, uma hora depois do previsto. A hora aqui é diferente da Hungria. Putz, mais essa. O dinheiro também é diferente. Aqui, usam o leo romeno. Ao menos é mais fácil de usar que a porra do florim húngaro. Um euro equivale a aproximadamente 4,30 leos romenos. Ou seja, tudo aqui é realmente barato. Assim que desci da estação, no mundo da lua, pois estava dormindo, fui abordado pelo André, o brasileiro, lembram? Nunca pensei que fosse ficar tão contente em ver um brasileiro por essas bandas sombrias daqui, hehe. Sem viadagem ok, André e fica na boa, Betânia, que não gosto de homem, hehe. Teu noivo tá a salvo, hehe.



Mortos de cansados e já de olho vivo com tudo que passamos na Hungria, estávamos mais espertos. Fomos tirar dinheiro e buscar informações de como chegar no hotel (eles) e ao local do show (eu). O péssimos serviço de atendimento nos deu umas dicas que não nos adiantou muito pra ser honesto. Nos viramos sozinhos mesmo. Numa cidade daquele tamanho, ter serviço de informação numa estação do meio do nada já era um milagre, então, não reclamemos, hehe. Na frente da estação tinha um mercadinho. Até tentamos comprar algo lá, e tava beeem barato, mas desistimos quando não conseguiram entender nada que a gente pedia. O jeito foi comer uma pizza do lado. Foi bem barato, mas tinha um povo sinistro, olhando pra gente o tempo todo, oferecendo celular pra vender e nós lá, piando o cu, hehe. Uma nada simpática garçonete nos atendeu. Conversamos um bocado (até que a pizza era gostosa), e fomos cada um pro seu lado. Primeira dificuldade. Como é difícil pegar carro aqui na Romênia. O Flávio Gomes, do blog, porém, ia adorar isso aqui, pois é Dacia pra todo lado. A cidade é mais feia e menor que Budapeste, mas a frota (ao menos a de carros), não é tão socateada quanto na Hungria. O André pegou um táxi com a noiva pro hotel e eu ia me virar pra ir pro local do show. Descobri que de taxi, me custariam apenas 20 leos, cerca de 5 euros, sem taxímetro. Nada mal. O taxista não falava inglês, mas era simpático, honesto e engraçado, ao menos. O cara fez de tudo pra entender e ajudar. Não posso reclamar deste. Ainda na estação, reconheci dois malucos de todos os shows que já vi. Fui lá conversar com eles. Eram dois finlandeses. Um de 19 e outro de 18 anos. Pareciam saidos dos anos 80, hehe. Cabelo de franjinhas, jaquetas coloridas, uma comédia. Mas, super legais. Acabei os encontrando no show e esses mesmos caras salvaram minha vida. Jajá conto.

Os simpáticos finlandeses foram pro hotel também e fiquei sozinho. Tive que ir de taxi e sozinho mesmo pro show. Como foi barato, nao reclamei. O lugar, um tal de Pollus Center era um estacionamento de um shopping. Tinha um carrefour perto. Cluj é uma cidade pequena, de cerca de 350 mil habitantes e, um show do porte do Iron Maiden, era motivo de feriado na cidade. Tinha cerca de 20 mil pessoas lá.

Pergunto novamente. O que é que essa banda tem? Assim que entrei, encontrei os dois finlandeses e acabamos nos fazendo companhia. Pouco depois, encontramos um japonês (que os finlandeses já haviam conhecido), totalmente maluco. O cara tem 38 anos e só foi a 117 shows do Maiden pelo mundo afora, ehhe. Até no Recife o cara já foi, hehe. Tava inclusive com a camisa do Eddie Cangaçeiro. E vocês dizem que sou maluco, né? Esse cara é o que, então?

E e os finlandeses estávamos bem cansados, pois dois shows seguidos em países diferentes é beem desgastante. Sentimos o mesmo da banda. Até ameaçaram um esboço de surpresa, tocando o comecinho de Transilvania na introdução do show, logo após a Doctor Doctor, mas ficou por aí, mesmo. Digamos que a surpresa ficou pra camisa especial do evento com o Eddie matando o Conde Drácula com o castelo dele de fundo. Linda arte, por sinal. E e os finlandeses, acordamos que não tentaríamos a grade nesse show e ficaríamos mais distantes pra ver o show em paz, ao contrário do que foi na Hungria. Como ainda vamos pros tres ultimos shows dessa turne do Maiden, Itália amanhã, Bélgica dia 19 e finalmente o ultimo, Espanha, dia 21, resolvemos poupar energia.





O Maiden fez um show burocrático, dando 100% de si, como sempre, mas nós, que acompanhamos show a show essa turnê, percebemos que a banda não tava lá tão empolgada e visivelmente cansada. Po, os caras tem mais de 50 anos e fazem um show como tivessem 20. Dois seguidos então, não deve ser fácil. Os caras suam em bicas o show todo. Muito apático o público romeno, talvez pela ausência de mais clássicos no set list visto que, a maioria esmagadora do público não era composta daqueles fãs que tem acompanhado a banda nos últimos anós e sim os coroões, hehe. Devem ter se decepcionado com o set list voltado pros três últimos álbuns.

SETLIST IRON MAIDEN

01. The Wicker Man
02. Ghost Of The Navigator
03. Wrathchild
04. El Dorado
05. Dance Of Death
06. The Reincarnation Of Benjamin Breeg
07. These Colours Don't Run
08. Blood Brothers
09. Wildest Dreams
10. No More Lies
11. Brave New World
12. Fear Of The Dark
13. Iron Maiden
14. The Number of the Beast
15. Hallowed Be Thy Name
16. Running Free


Após o show, ficamos esperando o japonês maluco. Que dificuldade pra pegar um táxi!! Caminhamos quase duas horas pra conseguir pegar um. Minha idéia era ir direto do local do show pro aeroporto e lá dormir, passar a segunda toda, dormir de novo e pegar o vôo pra Itália na manhã da terça, mas tudo mudou. Um detalhe especial sobre os europeus. São 8 ou 80. Ou te ajudam pra valer ou finjem que você não existe. Os finlandeses me convidaram pra ir pro hotel deles sem precisar pagar nada. Como tava cansado e precisava dum banho, aceitei a proposta. Então, fomos nós quatro no mesmo táxi. Eu, os dois finlandeses e o japones maluco. Os finlandeses me ofereceram bebida, pagaram o táxi e não me deixaram pagar um puto. Tomei meu longo banho e fui dormir. Não satisfeitos, um dele abriu mão do travesseiro só por minha causa. E os dois me deram suas colchas de dormir. Não posso reclamar de boas pessoas nessa viagem, posso?

Dormimos numa boa, ninguém tentou comer minha bunda, hehe, e na manhã de hoje, segunda, dia 16 de agosto, viemos todos juntos, mais uma vez, pra estação. De lá, os finlandeses pegaram um trem pra Itália e eu to aqui, falando com vocês, do aeroporto de Cluj Napoca, Romênia. São cerca de 19h e meu vôo só sai amanhã pra Veneza, Itália, por volta das 08h da manhã. Ainda farei uma conexão em outra cidade da Romênia chamada Timisoara pra, só então, pegar um vôo rumo a Veneza, Itália. De lá, pelo que o casal de brasileiros falou, vou ter que pegar um trem pra outra cidade chamada Udine que, fica a cerca de 20 Km's de Veneza. Bem, pra quem já viajou tanto, o que são 20 Km's? Hehe. O show do Maiden tem tudo pra ser o melhor da turnê. Ao menos em termos de cenário, o show estará muito bem servido. O lugar tem menos de 100 mil pessoas e um histórico passado. Pra quem gosta de história, adorará o lugar que foi escolhido por Napoleão Bonaparte como Quartel General das tropas francesas durante a Campanha da Itália em 1797. Pra quem gosta mais do assunto e quiser se aprofundar, aí vai o site oficial do lugar: www.villamanin-eventi.it

É, pessoas, vou me despedindo de vocês, nossa peregrinação ao Maiden ainda passará amanhã por Timisoara, ainda aqui na Romênia, depois Veneza e Udine, Itália, depois Bruxelas, Bélgica e, finalmente, Valência, Espanha, palco do último show dessa pré turnê do novo álbum do Maiden, "The Final Frontier" que está sendo lançado hoje e já está nas lojas. Inclusive aí no Brasil. É isso, pessoas. Vejo vocês na Itália. Tudo de bom."

Saiba mais e veja mais fotos!
http://everaldodias.blogspot.com
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »