Sambista quer regravar Iron Maiden!

Sempre associada ao samba, de um tipo específico, o "samba da Lapa", a cantora carioca Teresa Cristina procura sempre ampliar suas fronteiras gravando compositores e gêneros que estão fora de uma “reserva de tradição”. Em uma entrevista para o jornal O Globo. A cantora revela que gosta de Heavy Metal e poderia regravar uma música do Iron Maiden! Confira:

— Sou vista como cantora de samba, mas não sou só isso. Quando comecei na Lapa, me apaixonei pelo repertório de sambas de terreiro, quis cantar tudo do gênero. Amo essas músicas, mas não consigo ficar só com elas. Sinto saudades da novidade, é a novidade que move o mundo — diz a cantora. — Quero fugir do lugar onde as pessoas acham que vão me encontrar. Para a criação, isso é muito limitador, você se torna escrava de algo que pensam que você é. “Maria Joana” brinca com isso, essa coisa de cartilha de samba, que não pode ter pandeiro de nylon, isso ou aquilo, que parece colégio interno: “Não faz feitiço quem não tem um terreiro”, “Não é de nada quem não é de samba”.

Gravar Iron Maiden é uma possibilidade. O universo de Teresa, ela conta, é ainda mais amplo:

— “With everything to lose”, do Style Council, é um choro! Quase a botei nesse show. Também tenho ouvido muito Matt Bianco, Kate Pierson (cantora do B-52s)... E me dei conta de que ainda gosto de metal, quando vi recentemente o DVD “Fligth 666”, do Iron Maiden. Se poria isso no meu trabalho? Olha, tem uma música do Iron, “Remember tomorrow”, que tem uma melodia linda, que com um violão podia dar uma coisa...

Fonte: O Globo
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »