Ides of March: história e significado

15 de março, é o "Ides of March" que refere-se ao meio do calendário romano e é um dia dedicado ao deus Marte. Mas nos tempos modernos, o "Idos de Março" é mais famoso como o dia em que o líder militar romano Júlio César, foi morto em 44 a.C. (15 de março de 44 antes de Cristo).

Segundo Plutarco, César foi advertido por um vidente do perigo que o espreitava no "Idos de Março". A caminho do Senado, César chamou o vidente e lhe disse: “Os idos de março chegaram”. E o vidente respondeu, com lástima na voz: “Sim, mas ainda não passaram”.

César foi morto por 60 conspiradores, um deles era um grande amigo seu, Marcus Junius Brutus. César foi esfaqueado 23 vezes. Após seu assassinato, os conspiradores lançaram uma moeda de ouro para comemorar o seu assassinato. Hoje em dia, no idos de Março, o British Museum exibe uma dessas raras moedas de ouro que foi usada por um dos conspiradores.

Na peça de Shakespeare, a fala "Beware the Ides of March" é dita pelo vidente quando César entra no Senado. O Idos de Março é comemorado todos os anos nas ruas de Roma, onde César foi assassinado. Assim, se você também tem 60 inimigos com raiva "cuidado com o Ides of March", caso contrário, apenas ouça o Iron Maiden com a faixa instrumental "The Ides of March" do álbum Killers de 1981.

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »