Professor Morris: quase guitarrista do Maiden?

O site de notícias Time Out Chicago publicou recentemente, que há um curioso rumor circulando na Universidade de Chicago. Um renomado professor de História Antiga e Arqueologia quase teria sido guitarrista do Iron Maiden. Mas, será que é verdade?

Tudo começou com a publicação de "Etnografias da Prática Arqueológica" (Altamira Press, 2006), que traz a seguinte informação sobre a biografia do professor: "Ian Morris, um professor da Universidade de Stanford, fez em 1979 um teste para a banda de heavy metal Iron Maiden."

Procurado por colegas da Universidade de Stanford, o professor Ian Morris confirma a lenda:

"Eu era um estudante em 1979 e toquei guitarra em diversas bandas em torno de Birmingham, Inglaterra. O Iron Maiden estava procurando um novo guitarrista, por isso mandei uma demo."

Morris chegou a pensar que realmente iria entrar no Maiden, mas a banda optou por Dennis Stratton, que após gravar o álbum de estréia da banda, foi logo despedido. Em vez disso, Morris conseguiu seu Ph.D. na Universidade de Cambridge e, finalmente, aceitou uma atuação docente na Universidade de Chicago. Ele diz que é mera coincidência que ele, um estudioso das antigas civilizações do Mediterrâneo, quase se juntou à banda que escreveu Alexander the Great e contou com uma pirâmide na capa de seu álbum Powerslave. Mas se a história do metal tivesse sido diferente, em vez de escrever "Ritual da Morte e Estrutura Social na Antiguidade Clássica", Morris poderia ter tocado com o Iron Maiden no Allstate Arena ano passado, batendo cabeça ao lado de uma múmia gigante.

Fonte: Time Out Chicago

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »