The Times Of India - Entrevista com Adrian Smith

O guitarrista do Iron Maiden, Adrian Smith, foi entrevistado pelo The Times of India e falou sobre diversos assuntos. Confira alguns trechos da entrevista abaixo:

O que mantém a banda junta por mais de 30 anos?

Smith: "O fato de que não paramos de agitar. Nós somos uma família. As diferenças existem, mas a química ainda continua."

Como o Maiden conseguiu manter seu som único por todos esses anos?

Smith: "Nós não seguimos o que está na moda, nós tocamos aquilo em que acreditamos.

Em que sentido o Maiden soa diferente?

Smith: A nossa música é melódica. O peso caminha junto com a beleza e os momentos mais tranquilos. É uma "tranquilidade" que vai ficar na sua cabeça. Ela é poderosa, mas que não é facil de se criar.

O que há de novo entre o heavy metal do seu tempo e o feito agora?

Smith: O metal mudou além do reconhecimento. Quando eu tinha 18 anos, nem pensava em gravar. Você carregava seu próprio equipamento e dormia com ele. Havia poucos lugares para tocar. Os jovens de hoje gravam aos 18 e têm estúdios em casa! A esposição deles ao rock é massiva. Há talento e mais oportunidades, com certeza.

Você é um guitarrista de alto nível. Qual conselho você dá para os iniciantes?

Smith: Para muitos a guitarra é um instrumento de pura agressão bem mais do que de melodia. Há lugar para a agressividade mas as melodias devem fazer um contraste com ela. Como eu disse, a "tranquilidade" vai ficar na sua cabeça.

Quais guitarristas são/foram excepcionais?

Smith: "Steve Vai, Satriani, Jimi Hendrix... gênios."

Fonte: Novo Metal
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »